booknews.

Como destacar o seu livro no mundo virtual?

Atualizado: 21 de mai.

Excetuando o público que já é da nossa rede de alcance, a pergunta que fica a cada lançamento novo é: como destacar o meu livro nesse mundo virtual, instantâneo e global?


O mercado literário viu na última década um "boom" de lançamentos de novas editoras, autores e livros e somando-se a isso, temos a desenvoltura dos jovens youtubers em magnetizar o público, arrastando milhares de leitores para seus eventos de lançamentos de livros autobiográficos ou diários preparado por bons designers. Tudo isso tem tornado um pouco mais difícil e trabalhoso destacar aquele livro que preparamos com tanto carinho, e que muitas vezes custou muito caro, para o público em geral e novos leitores. Excetuando o público que já é da nossa rede de alcance, a pergunta que fica a cada lançamento novo é: como destacar o meu livro nesse mundo virtual, instantâneo e global?


Dica #1: Redes Sociais para Ontem:


Se você quer conquistar um novo público e destacar seu livro onde a sua presença física não chega, esteja nas redes sociais, e para ontem! Crie um perfil no Instagram e Twitter, uma página no Facebook, e outros como Pinterest, Twitter ou Médium, caso você tenha um tempo sobrando. Cadastre seu livro e biografia de autor no SKOOB, uma espécie de rede social para leitores. É imprescindível estar nas redes sociais, mas atente-se para uma boa aparência, uma foto de perfil em ótima resolução, de preferência sua e não do livro, ou em último caso, uma foto sua com o livro junto, e deixe à vista links de e-mail, contato como endereço ou telefone e as imagens das capas dos livros, assim, de fácil acesso para um novo visitante.



Dica #2: Interaja, Interaja, Interaja:


Interação é tudo nas redes sociais, por isso não deixe seu perfil ou página às moscas. Entre diariamente, pelo menos uns dez ou quinze minutinhos, curta as fotos dos seus seguidores, os siga se for o caso, poste novas fotos e aproveite-se do grande potencial atual do Stories, com postagens que nem precisam ser tão elaboradas assim, pois elas tem validade de 24 horas, mas recebem em média 20% de acessos a mais que a timeline.


Ah, é claro, não se esqueça de postar pelo menos uma vez por semana no Instagram e mais de uma vez por semana no Facebook.

Dica #3: Utilize as #hashtags


Até onze #hashtags por post é o indicado por especialistas em redes sociais, então lembre-se, ao postar uma nova foto, utilize uma hastags com seu nome, título do livro, editora, categoria, por exemplo #romance, etc. As hashtags trazem sozinha para o seu perfil muitos novos seguidores e curtidas, e o seu trabalho de formiguinha terá ajuda de outras formiguinhas sem que elas nem percebam.


Dica #4: Envie livros para Booktubers/Bookgramers


Nós sabemos que alguns autores reviram os olhos quando se fala nos booktubers da atualidade, mas mesmo que seja um serviço pago ou gratuito, ou que a crítica nem seja tão especializada assim, vale o empenho, pois o grande serviço que eles trazem, vem primeiramente da paixão pelos livros, e isso, nada supera. Nós escritores escrevemos, os leitores leem e gostam ou não da história, mas quem fica estudando e criticando mesmo a literatura são os críticos ou professores, e esse é o trabalho deles, nós não podemos nos preocupar tanto com as críticas literárias, exceto se você ainda escreve “menas”.


Dica #5 Não utilize só o livro para destacar o seu livro


É isso mesmo caros escritores e escritoras, largue um pouco o livro de lado, e escolha algumas fotos legais, que tenham a ver com a história, e algumas frases ou quotes do seu livro, que tenham a ver com a imagem, e faça postagem em redes sociais. Uma dica ótima é o aplicativo Canva, que traz vários templates prontos e gratuitos, bastando apenas trocar o texto ou a imagem. Muitas das vezes vejo escritores gastando toda a bala na agulha exagerando nas postagens apenas com seus livros, e isso deve até irritar os leitores e a comunidade virtual, intercale, aproveite outros recursos, cole um poema num poste nem que seja, mas não fique apenas tirando foto ou postando fotos das capas dos livros.


Dica #6 Complemente seu trabalho


Pegando o gancho da dica anterior, complemente o seu trabalho, sim, ser escritor é um trabalho e deve ser considerado como tal, com outros tipos de escrita além das páginas impressas de sua história. Utilize um Blog, ofereça dica de leitura para Jornais, crie páginas e perfis temáticos (só por favor, não crie perfis em nome do seu livro), como por exemplo um perfil que fale sobre livros infantis, ou escritores conhecidos do gênero fantasia... etc. Mas faça ligações que favoreçam uma ligação com o seu trabalho. Se você tem uma desenvoltura, grave vídeos, pequenos para o Instagram e Facebook e maiores para o Youtube, realize palestras gratuitas, ofereça-se como voluntário em serviços que você tenha prática, enfim, não fique só olhando para o seu livro em cima da mesa, mas leve ele com você, e assim outras pessoas te conhecerão e compartilharão o seu trabalho.


Dica #7 Venda on-line.


Agora que você já construiu um alicerce, já se especializou em interagir, já conquistou seguidores e leitores, aproveite e ofereça seus livros online. Em torno de 70% dos livros que vende-se hoje é pela internet. Você pode vender na Amazon, Mercado Livre, através do Pag-Seguro/Mercado Pago, no seu próprio site, ou até mesmo de outras formas, como indicando ao seu leitor uma forma de pagamento on-line ou digital, e depois é só enviar pelos Correios com o formato de envio Impresso Nacional + Registro Módico, que dá em torno de R$ 8,00 por ser um tipo de envio especifico para o incentivo a leitura. Hoje em dia existem várias ferramentas que fazem esse tipo de gerenciamento e podem auxiliar você nesse serviço. Isso é muito importante para autores independentes que não tem tanta visibilidade em grandes redes de livraria, mas que podem sim deixar o seu livro presente no mundo virtual com alguns cliques.


Esperamos que tenham gostado! Um abraço da equipe Bookplace.


#dicasdeblog #WixBlog

35 visualizações0 comentário